ADAP participa de Segundo Encontro de Implantados de Bauru/SP

Ocorreu neste último sábado, dia 15 de setembro, das 14h às 17h, no Sesi Horto, o Segundo Encontro de Implantados de Bauru/SP, organizado pelas mães de usuários de Implante Coclear (IC) Fabi Vidal, Clívia Donza Benício, Andrea Sobral e pela implantada Virgínia Eleta.

A ADAP, assim como representantes das marcas de IC Advanced Bionics, Politec Saúde/Cochlear e Audium/MED-EL, além da escritora e usuária de IC Lak Lobato, foram convidados pelas organizadoras do evento para participarem da ocasião. A ADAP e as empresas de IC tiveram seus próprios estandes, contribuindo com a distribuição de brindes e informações ao público, e a escritora Lak Lobato fez o lançamento de seu livro “E não é que eu ouvi?”, voltado para crianças usuárias de Implante Coclear.

Desde o Primeiro Encontro de Implantados de Bauru, realizado em 2016 por Virgínia Eleta e Andrea Sobral, a ideia era a de proporcionar um espaço de trocas de experiências e apoios entre usuários de IC e suas famílias. “O primeiro encontro, no Boulevard Shopping em 2016, foi uma iniciativa minha. Como uma amiga minha viria para atendimento no Centrinho de Bauru, pensei em fazer um encontro para conhecê-la. Aí a Andrea se mostrou totalmente pronta a ajudar na hora e, por fim, fizemos acontecer aquele momento tão especial. Não sabia o tamanho da família IC em Bauru. Fiquei surpresa e admirada de reunir 50 pessoas. E, nesse Segundo Encontro, chegamos ao triplo de participantes. Estou muito feliz!”, relata a implantada Virgínia.

Neste ano, a realização da segunda edição do evento foi motivada também por um bate-papo on-line das mães de usuários de IC com a escritora Lak Lobato. “Bauru é o berço do Implante Coclear no Brasil e eu, como usuária, sempre tive vontade de conhecer a cidade, o grupo de implantados de lá e, principalmente, as mães e pais de crianças implantadas que adotaram a cidade por uma vida melhor para seus pequenos. A ideia de conhecer Bauru era antiga, mas nunca encaixava de eu conseguir ir. Foi só depois do lançamento do meu livro infantil “E Não É Que Eu Ouvi?” que criei vergonha na cara de encarar os 320km que separam Bauru da minha casa. Foi um convite despretencioso, que me levou para o lugar mais mágico que já conheci. Essa troca de experiência (para todos nós, implantados) é essencial para que a gente se reconheça como parte de um grupo de pessoas. Não somos tão diferentes como o dia a dia nos faz sentir. Principalmente para as crianças, que ficam encantadas de ver um adulto implantado igual a elas! É felicidade do começo ao fim!”, conta Lak.

Clívia Donza Benício, mãe do implantado Arthur, de oito anos, também se sente muito satisfeita com os resultados do evento. “Enquanto organizadora, acredito ter alcançado o objetivo do encontro, pois conseguimos proporcionar uma tarde bem agradável, com apresentação de malabaristas da Casa do Circo, atividades para a criançada, pintura em rosto, sorteios de brindes e servimos um delicioso lanche. Mas o principal foi a interação entre todos. Momentos de descontração e bate papo entre implantados, familiares, profissionais e pessoas com interesse no assunto. É preciso mostrar que a pessoa com surdez não tem uma única alternativa para se desenvolver e interagir em sociedade. Além da LIBRAS, graças ao avanço tecnológico, a pessoa com perda auditiva pode também aprender a ouvir e a falar”, explica Clívia.

O Segundo Encontro contou ainda com participações de pessoas de outras cidades da região de Bauru e também dos estados do Paraná, Minas Gerais e até de um usuário de Implante Coclear do México (trazido ao Brasil pela empresa Advanced Bionics). Fabi Vidal, mãe do implantado Leonardo, de sete anos, aproveita para agradecer aos parceiros do evento: “Superaram todas as nossas expectativas! Nossa ideia inicial era fazer um encontro informal, para um bate papo, troca de experiências e até mesmo incentivo aos candidatos ao IC. Houve muitos comentários positivos e ficamos muito felizes!”, diz.

Ao final do evento, os lanches não aproveitados na ocasião foram doados para pessoas que se encontram em situação de rua na Praça Machado de Melo em Bauru. Por fim, Andrea Sobral, mãe da implantada Maryana, de oito anos, agradece a todos os participantes e enfatiza que mais novidades estarão por vir no próximo ano. “Toda essa união é muito importante, afinal, somos uma grande família do Implante Coclear. E já estamos com mil ideias para 2019! Preparem-se para o Terceiro Encontro de Implantados e Usuários de AASI!”, finaliza.

 

* Confira o álbum de fotos do evento na página do Facebook da ADAP.

Matéria e fotografias por Ana Raquel Périco Mangili.

Guia
Tech 4 Health
Vantagens

Faça sua doação

Contatos
Telefones:

(14) 3226-3388 (14) 3202-6091 (14) 3202-6092


Email:

Adap © 2018 - Todos os direitos reservados